top of page

Como me sinto dentro da minha comunidade?



Quando refleti sobre o assunto, a palavra que me veio à mente foi: integrada.


Mas o que é estar-se integrado? O que é sentir-se confortável ao local e ao que nos rodeia?


Tendo em consideração o eixo dos eclipses deste ano, o que saltará mais à vista e à nossa mente, é onde e como não nos integramos.


Como os valores que são os meus, não são os da pessoa que está ao meu lado. Não são os do grupo de trabalho ou dos colegas de casa. Não são do namorado ou dos filhos. Não são definitivamente o dos Pais, nem sequer os da restante família.


Na realidade, deixem-me contar-vos um segredo: os valores são nossos e apenas nossos. A forma como lidamos com eles e com os valores dos outros é que faz uma diferença tremenda.


Já pensaram nisso?

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page